FarsolaTV

Notícias de cinema, séries, gaming, animes e tecnologia.

Afinal a Kryptonite não foi criada pela DC

Superman é o herói mais bem sucedido da DC. Ele é mundialmente conhecido e mesmo não sabendo muito bem a sua história, com certeza saberás que a sua maior fraqueza é a Kryptonite. Mas, será que sabias que ela foi criada para o Herói tirar férias? Fica comigo.





 

Durante 11 anos (1940-1951) foi emitido um programa de rádio com o nome “Aventures of Superman”. Este programa de rádio nada tinha a ver com os comics já lançados, ou seja não seguia a história “oficial” do Herói. Este programa tinha uma frequência diária e exigiu a contratação de atores para “dar vida” aos personagens.

Durante 11 anos e com uma frequência diária, os atores tiveram a sua agenda mais preenchida e limitada já que as gravações dos episódios poderiam levar algumas horas a ser feitos.

Derivado à agenda apertada e à necessidade do lançamento diário destes episódios que ocorreu a criação da Kryptonite.




Superman, a personagem principal da história, era um dos únicos personagens que, obrigatoriamente, tinha de aparecer em todos os episódios. Desta maneira, o ator Bud Collyer era o que teria a sua agenda mais preenchida e com um maior compromisso para com o programa.

De forma a poder dar um tempo de descanso ao ator, pois ele gravava todos os dias, os diretores do programa decidiram criar um elemento que causasse o anulamento dos poderes do Superman. Como se ficasse doente.

Em 1943 foi introduzida a Kryptonite para que o Superman adoecesse e, assim, o ator podesse tirar férias sem o programa ter de ser cancelado ou adiado. 

Cerca de 6 anos (1949) após a introdução da Kryptonite, ela foi reaproveitada para os comic books do Superman.

FONTE